Sesi e Senai reforçam compromisso com a formação básica e profissional dos estudantes capixabas

E-mail Imprimir

 

As entidades celebram o Dia do Estudante contribuindo com o desenvolvimento do Estado por meio da educação

 

Do ensino infantil à formação profissional, o Sistema Findes, por meio do Sesi-ES e do Senai-ES, investe pesado na educação. As duas entidades comemoram neste ano 66 e 65 anos de atuação no Espírito Santo, respectivamente, já consolidadas como referência na área. Portanto, nada mais justo que o Dia do Estudante, celebrado em 11 de agosto no Brasil, seja também uma data para se comemorar os esforços dessas instituições em contribuir para a formação social e profissional de seus alunos.

 

“A educação traz inúmeros benefícios para a população e para a nação, como a redução da desigualdade de renda e o aumento da produtividade e da competitividade da economia, colaborando para a promoção da paz e da estabilidade institucional”, destaca o diretor regional do Senai-ES e superintendente do Sesi-ES, Luis Carlos Vieira. “É por isso que, em anos recentes, o Sistema Findes tem destinado mais de 80% de seus investimentos para a educação”, completa o executivo.

 

Sesi-ES

 

Sendo a maior rede de ensino particular do Espírito Santo, com 66 anos de atuação no Estado e contando com cerca de 12 mil alunos matriculados em suas 11 unidades espalhadas pelo Estado, o Sesi-ES tem no uso da tecnologia em sala de aula um dos grandes diferenciais de sua metodologia pedagógica.

 

 

 

O Sesi-ES é a maior rede de ensino particular do Espírito Santo, com 11 unidades escolares e cerca de 12 mil estudantes


“A Rede Sesi de Educação, preocupada com a melhoria constante da qualidade de seu ensino, está sempre em busca de ferramentas e estratégias que auxiliem e facilitem o processo de ensino e aprendizagem”, explica a gerente de Educação Básica do Sesi-ES, Josefina Prezentino.  “Com isso, professores e alunos passam a contar com recursos e estratégias que reforçam o conteúdo que foi explicado em sala de aula de forma lúdica e interessante”, completa.



Também faz parte da proposta da Rede Sesi de Ensino formar pessoas para o mundo do trabalho, por meio da parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) no programa Educação Básica Articulada com Educação Profissional, o Ebep. O programa permite aos alunos do Ensino Médio complementar os estudos com um curso técnico, saindo já preparados para uma carreira no setor industrial. O Ebep é oferecido em todas as unidades escolares da rede, com exceção de Colatina.

 

Senai-ES

 

Nesses 65 anos de atuação no Espírito Santo, completados em março deste ano, cerca de 1,3 milhão de pessoas foram matriculadas no Senai-ES e tiveram acesso à educação profissional. Atualmente são oferecidos 13 cursos técnicos para atuação nos diversos segmentos industriais do Estado, 100 títulos de cursos de qualificação e 200 de aperfeiçoamento.

 

 

 

O Senai-ES possui 65 anos de atuação no Espírito Santo, sempre fornecendo ensino profissional de qualidade e com uma estrutura que permite levar a capacitação aonde o aluno estiver

 

 

O Senai-ES conta com 11 unidades operacionais fixas e 16 unidades móveis, levando educação para todos os municípios capixabas. As unidades móveis, juntas, já percorreram quase 50 cidades do Estado desde 2013 – o Espírito Santo possui 78 municípios no total -, realizando mais de 80 mil atendimentos.

 

Além de cursos nas mais diversas áreas do conhecimento, a instituição dispõe também de serviços técnicos e tecnológicos como consultorias, ensaios laboratoriais e disseminação da informação técnica para a indústria que se distinguem pela qualidade e eficiência, buscando promover a inovação, em todos os seus aspectos, na indústria capixaba.

 

No Espírito Santo, os atendimentos são prestados pelo Senai Soluções – Competência em Serviços e Consultorias para as Indústrias – que atua nas seguintes áreas: Meio Ambiente, Eficiência Energética, Alimentos e Bebidas, Design Gráfico, Design Têxtil, Design Moveleiro, Processo Produtivo Têxtil e Industrial. Fornece também serviços de laboratório de ensaios para a Construção Civil e de calibração de instrumentos elétricos para a indústria em geral.

 

O diretor Regional do Senai-ES, Luis Carlos Vieira, destaca a metodologia de ensino da entidade, que se baseia no “aprender fazendo”. “A prática do 'aprender fazendo' parte do princípio que a educação é resultado de uma interação e não se restringe à transmissão do conhecimento como algo acabado. No ensino profissional adota-se esse método dinâmico e eficiente que diferencia a instrução da educação”, explica.

 

Enquanto na instrução há a mera transmissão do conhecimento, na educação há a utilização deste, a partir da fixação do aprendizado como resultado das atividades práticas na escola. “Essa metodologia foi aprimorada pelo Senai ao longo de décadas de sua história, como fruto da acumulação de experiências bem-sucedidas”, completa Vieira, ressaltando que a metodologia permite ao aluno entender e interpretar cada fundamento da tecnologia e da prática profissional. “No desenvolvimento de suas atividades em um emprego ou em um empreendimento o aluno consegue, então, concretizar seu projeto de vida”, diz.

 

O Senai, um dos mais importantes complexos privados de educação profissional da América Latina e um dos maiores do mundo, já teve inclusive sua excelência reconhecida pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).

 

 

 

Confira no infográfico abaixo alguns dos diferenciais que as duas entidades oferecem para a formação educacional dos capixabas.

 

 

 

 

 

Dia do Estudante – 11 de agosto

 

Na data de 11 de agosto é comemorado, no Brasil, o Dia do Estudante. A data foi institucionalizada no ano de 1927 e teve como ponto de partida um fato ocorrido cem anos antes, em 1827, na época do recém-instituído Império Brasileiro. Em 11 de agosto de 1827, o então imperador Dom Pedro I autorizou a criação das duas primeiras faculdades do Brasil, que foram a Faculdade de Direito de Olinda, em Pernambuco, e a Faculdade de Direito do Largo do São Francisco, em São Paulo. Por esse motivo, no dia 11 de agosto, também se comemora o Dia do Advogado no Brasil.

 

Sendo assim, em 11 de agosto de 1927, cem anos após a criação das referidas faculdades, houve uma comemoração em homenagem a elas. O advogado Celso Gand Ley, que estava participando das comemorações, sugeriu aos demais participantes que, na mesma data, fosse instituído o Dia do Estudante, já que, mais do que símbolo do início dos cursos jurídicos no Brasil, as faculdades de Direito eram também ícones da história da educação brasileira. A sugestão de Gand Ley foi acatada e, desde então, o Dia do Advogado e o Dia do Estudante são comemorados na mesma data.

 

 

Fonte: Brasil Escola

 

 

Por Fabio Martins